Os Palavrões

OS PALAVRÕES
Resultado de imagem para palavrão

Chove aos borbotões lá fora e eu aqui escrevendo sobre palavrões.

Há alguns anos os palavrões não poderiam de espécie alguma ser pronunciados em recinto familiar ou em grupos.

Lá em casa quem quebrava a regra era denominado de “Boca Suja” e apanhava muito.

Mulheres não podiam, de jeito nenhum, pronunciar palavrão.

Agora abro a página do Facebook e vejo palavrão de cima até o final e até nos comentários, e que é pior: várias mulheres falando aqueles cabeludos (como falávamos antigamente).

Lembro-me de um escritor “boca suja”, que só vendia palavrões.

O Dicionário do Palavrão de Mario de Souto Maior traz um excelente estudo e listagem dos palavrões, publicado na década de 80. Editora: Guararapes Ltda. com 166 páginas.
Se viver dizendo palavrões, depois nunca mais adquirirás a seriedade.
Na TV Dercy Gonçalves foi o exemplo de mulher palavrão.
Existem vários vídeos e filmes dela na internet.
E vocês que imaginavam que a Dercy falava bobagem, veja este vídeo do Costinha:
E olha só as indecências de Ari Toledo:
E os Mamonas Assassinas liberaram a molecada para o palavrão:
O palavrão na Campanha eleitoral:
(Algumas páginas estão cobertas por estarmos fora do período eleitoral.)
Na charge então, vem desde o jornal “O Pasquim”:
Procure pelo título: O Jornal o Pasquim Antologia I
PQP não sabia que tinha tanta coisa sobre o palavrão.
Manoel Amaral
P.S.: Palavrão até na Rede Globo:

COLUNA DO MANÉ IRÔNICO

COLUNA DO MANÉ IRÔNICO

30 BILHÕES DE DÉFICIT NO ORÇAMENTO
O Governo Federal apresentou um Orçamento para o ano que vem, já com um déficit de 30 bilhões. Pode uma coisa dessas? Tem qualquer truque por trás disso tudo. Estão querendo aumentar mais impostos ou forçar a aprovação da abominável CPMF, o malvado imposto sobre cheque que agora seria sobre o Cartão porque quase ninguém usa cheque mais. E para disfarçar vem com outro nome, fiquem atentos senhores Deputados.
CELULARES NOS PRESÍDIOS
Nosso personagem Osvandir pergunta: querem acabar com os celulares nos presídios? É fácil, eles não têm que ser recarregados todos os dias? É só cortar todos os fios de energia das celas. Colocar iluminação oculta de maneira que não possam ser utilizados como extensão de tomadas de energia. Muito simples é só por em prática. Não precisa de caras antenas para bloquear os celulares. Mais cuidado nas entradas de visitas nas celas, algumas mulheres transportam celular em qualquer cavidade. Visto isto está resolvida a questão.

TRABALHO PARA OS PRESOS

Vamos colocar os presos para trabalhar. O governo federal gasta atualmente R$ 3.472,22 por cada preso, é uma despesa muito grande. Tem muita gente recebendo por aí menos que um salário mínimo.
É só privatizar as penitenciárias que este preço baixaria drasticamente.
Existem  projetos baratos que resolveriam estes problemas.
No Brasil mesmo temos bons exemplos. Se não querem pegar nossos modelos, vamos para os EUA, França ou Inglaterra, onde existir.
Basta implantar para o sistema funcionar!

DÍVIDA DE POBRE

O Pobre quando fica devendo a Bancos,  Financeira ou comércio em geral, tem que pagar de qualquer jeito. Tem gente conseguindo empréstimo em financeira para pagar outro empréstimo. É o cúmulo do absurdo! Os aposentados estão todos endividados!
Agora, se a dívida é da ZElite, (como dizia um letrado,) das grandes empresas, muito dinheiro em jogo, então o Governo Federal vem socorrer, para não haver falências…

MINAS TEM CULTURA

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está classificada entre as melhores universidades do mundo em 18 das 36 áreas do conhecimento avaliadas pelo QS World University Rankings by Subject.
Não precisa de mais comentários.
Vamos ter excesso de alunos neste ano para estas Universidades bem classificadas.
Os ricos que podem pagar cursinho vão entrar e os pobres vão levar naquele lugar….
RIO SÃO FRANCISCO: TRANSPOSIÇÃO

A presidenta Dilma Rousseff inaugurou a primeira parte da obra, após oito anos do início do projeto. Com essa estação, a água vai percorrer cerca de 46 quilômetros até chegar aos reservatórios.

Imaginamos que este buraco sem fundo seria interrompido, mas não, continuam com esta burrice.

O Governo precisa economizar e estão jogando dinheiro fora. 

 

CAMPANHA ELEITORAL

A eleição é só em 2016, mas os candidatos já estão a caminho. Amarram aqui, soltam (verbas) acolá e seguem o caminho da campanha que não será nada fácil.
Vou lançar no ano que vem um Manual de Campanha para Vereador ensinando com gastar pouco com a eleição. Aguardem.

ESCUTA: ESCUTAS?!

Queremos entender porque não usam essa parafernália toda de escutas para barrar os bandidos do tráfico de drogas.
Achamos que estão usando, mas as vezes os políticos não deixam!

CANDIDATOS DA MINHA TERRA

A crise está feia, falta dinheiro até para o papel higiênico, mas mesmo assim os candidatos para o ano que vem já aparecem nos jornais, na TV e em qualquer lugar.
Muitos poderão ter votos, mas a maioria vai ser uma decepção.
É minha opinião que esses políticos mais antigos deverão passar para os jovens esta luta. Mas tem gente mesmo sabendo que vai perder feio, não desistem do “osso”.

SANTA IGNORÂNCIA

Santa inocência, desta Comissão da Petrobrás (CPI). Vocês acham que eles vão chegar e contar tudo que sabem? Não vão abrir o bico.
Para quê? Isso não vai dar em nada mesmo.
E o dinheiro que estão gastando para levar estes depoentes de Brasília até o Paraná?
Tem político de todos partidos com o rabo e o tronco preso, até a garganta. Nem 10% dos trambiques veio a público, podem acreditar.
Quando o ano eleitoral chegar, vai haver dossiês valendo um milhão… eheheh!!
E bota milhão nisso!

RELEIÇÃO, POÇO DE CORRUPÇÃO!

Não gosto de reeleição! Tem obra pra todo lado, só no último ano! Quando não se reelegem ficam aquele montão de obras inacabadas.
O Prefeito gasta muito dinheiro público para reeleger de qualquer maneira. Vejam na TV, em todos estados, quem está no poder não quer sair e usa de tudo para ficar, permanecer. Seja no Ceará, Amazonas ou no Sul, tudo é igual. Quem esta lá não quer sair de jeito nenhum!
A solução seria acabar com a Reeleição no ano que vem para terminar com esta roubalheira.
13º SALÁRIO
Deveriam acabar com os altos salários e complementos dos políticos.
O 13º salário é uma aberração. Já chega de pagamentos indevidos.
Estamos em regime de contenção.
OS MINISTÉRIOS
É mistério! Ninguém sabe quem vai sair e quem vai ficar. O certo que dez ministérios deverão acabar. Deveriam torrar também um punhado de Secretarias que não servem para nada.

 NEPOTISMO

Coitado dos Deputados, Vereadores, Secretários, Prefeitos e outros políticos, só agora devem mandar “catar coquinho” os seus parentes até o 3º grau! Já deviam ter mandado há muito tempo. Aliás, mandar embora é metáfora, eles já não compareciam ao serviço há anos!
Também se proíbe o “nepotismo cruzado”, isto é, a troca de parentes entre agentes públicos para que tais parentes sejam contratados diretamente, sem concurso.

E OS “CUMPANHEIROS”…

Estes continuam sendo contratados sem concurso em todo canto do país. Onde tiver uma “brechinha” lá estão eles.
Enquanto que quem estudou, passou em concurso vai ficar “lambendo embira”, como dizia meu pai.

Segundo a Wikipédia “lamber embira” é não ter o que comer.

O CANDIDATO PERDEU A ELEIÇÃO

O CANDIDATO PERDEU A ELEIÇÃO


Candidato: palavra que vem do latim, “cândido,
ou seja, puro, sem pecado, desprovido de ganância e
maldade que visa o bem comum e não pessoal.”
Coitado do candidato que perdeu a eleição. Quase morreu de emoção!
Trabalhou tanto. Nem vamos falar nos cafés vencidos, biscoitos duros, conversas fiadas, pedidos dos eleitores, dinheiro gasto, campanha contra o tempo, outros concorrentes e tudo mais.
Vamos falar da decepção com os eleitores de duas caras, que mostram uma e depois aplicam a outra. Prometem votar em todo mundo e não votam em ninguém. Às vezes nem títulos têm, ou são analfabetos, votam errados em números que não existem.
Esse texto fala dos candidatos a vereador, porque candidato a prefeito todo mundo ajuda.
O vereador fica abandonado, jogado ao circo para ser devorado pelos famintos leões do eleitorado.
Em cidade pequena é ainda pior, poucos são os que votam e muitos os candidatos de todos os feitios.
Tem gente que entrou a primeira vez, achou que era só candidatar-se e estaria na Câmara, cama ou na fama. Ledo engano, a dificuldade é muito grande. Tem que ralar, gastar as havaianas, tênis ou sapato do bico chato, porque do bico fino ninguém aguenta. As mulheres, não acostumadas, sofreram várias cantadas e quebraram muitos saltos de sapatos. As rasteirinhas deram uma verdadeira rasteira nelas.
No início, os santinhos não chegavam, era aquela ansiedade, quando chegavam tinham muito erros. Eram distribuídos assim mesmo, não havia tempo para correção. As gráficas todas cheias de promessas não cumpridas.
Os prometidos patrocínios nunca chegaram, e os que vieram foram canalizados para a candidatura a prefeito.
Os apelidos não ajudaram em nada, pelo contrário, atrapalharam. Hoje as urnas eletrônicas não querem saber de nome, sobrenome ou apelido, só engolem números e vomitam resultados.
Muitos eleitores não sabiam em quem votar devido ao grande número de papéis na cidade. Partidos então, um montão. Nem sabemos para que tanto partido. Três ou quatro já seriam ótimos.
Os bons, os maus e os que não tinham a menor ideia de nada, estavam ali, sendo malhados pelo povo, como se palhaços fossem.
Santinhos, cartazes, eram todos massacrados, rabiscados, amarrotados e jogados no lixo. Sem contar os bigodinhos, óculos, dentes de vampiros, chapéus e outros nomes impublicáveis, eram acrescentados em tudo que era distribuído ao eleitor.
Todos queriam um candidato perfeito. Não existe candidato perfeito, todos têm os seus defeitos e qualidades.
Ninguém sabe por que a legislação eleitoral proibiu a distribuição de brindes e showmícios, aquilo não comprava voto de ninguém. Além do mais, passada as eleições, as camisas eram transformadas em pijamas macios e gostosos de vestir. A lixa de unha daria para comprar voto de alguém? Que coisa mais ridícula! E o showmício, como era bom assistir, de graça, muito artista famoso cantar as suas músicas de sucesso.
Era uma festa! Agora só papel, papel e mais papel. E nem serve para rascunho, está escrito dos dois lados.
Muitos candidatos inexperientes distribuíram páginas inteiras nas ruas. Não adianta, o povo não lê. Quanto menos texto melhor. O que vale são as imagens. Jornal tem que ter muitas fotos e um texto pequeno. No caso da internet, quanto menor melhor.
Ah, ia esquecendo. E os pobres candidatos que largaram a rua e enveredaram na internet. Ficaram só facebookando, tuitando, youtubando e internetando. Pura bobagem, em cidade pequena não surtiu efeito nenhum. Também curtir, sair seguindo alguém, vendo pequenos e horríveis vídeos caseiros ou pesquisando site e blog de candidatos não quer dizer voto garantido.
Passaram dias e noites clicando, teclando, digitando, escrevendo, falando, cansando… Gastaram um dicionário de palavras. Lavraram textos, fizeram discursos de três linhas no Twitter. Publicaram fotos no Face, usaram até o velho Orkut. Uns que nem conheciam nada de informática viviam falando em iogurte. Uma bobagem só.
O Face só dava Book. O Tu só White. Ora bolas, palavras novas, desconhecidas e o candidato velho, iletrado, cansado, sapato furado, não podia perder tempo. Pegou o sábio sobrinho de 14 anos e entrou no estranho mundo da teia, da net. Saiu decepcionado, o seu eleitorado minguado, em vez de ser usado, usou e abusou do candidato muito bem orientado pelo sabido sobrinho…
Muitos ficaram pelo meio do caminho: assassinados, enfartados, sequestrados, “acidentados”, tudo por paus-mandados.
E nem falamos nas várias contas que ficaram por acertar.
Manoel Amaral
osvandir.blogspot.com
Comentários:

manoel.amaral@gmail.com