SEIS TONELADAS DE MACONHA

SEIS TONELADAS DE MACONHA
Imagem Google, puramente ilustrativa

Seis toneladas de maconha apreendida agora de manhã de 21 de julho de 2015, em Pará de Minas, próximo a Divinópolis.

Achei um absurdo! Aí fui consultar o Senhor Google, pura inocência, isso já vem acontecendo há muito tempo em todo país.

Não mencionam mais quilos e sim tonelagem. De carreta, de barco, ônibus, avião ou de carro, todo tipo de veículo eles usam. Não achei em trem porque não tem, se tivesse o peso seria muito maior.

Não tem como esconder mais, é droga por todo lado.

Essa de hoje foi encontrada na Zona Rural em um paiol. Em vez de milho acharam os famosos tabletes do tamanho de um tijolo.

Estava ocupando um espaço muito grande naquela construção rústica lá  no meio do mato.

Rastos de pneus de caminhão ainda se via no local e significava que estava pesado pelo o afundamento da grama.

Os fazendeiros não sabiam informar quem era dono do “material”.

Foi uma apreensão da polícia que há muito tempo vinha monitorando a rota desta erva maldita.

Manoel Amaral

NÃO RECEBEU OVO DE PÁSCOA, RECEBEU BALA


Páscoa em hebraico quer dizer passagem, travessia para um mundo novo. (Hélio Consolaro)

Impressionante como a vida não está valendo nada. Agora mesmo recebo notícia que aqui pertinho de casa mais um tombou no asfalto inocentemente.

Os bandidos estão atirando a esmo. Matam seus concorrentes, inimigos, amigos, usuários ou não de drogas.

A coisa está ficando preta. A moda pegou, usam um carro ou uma moto e saem atirando em quem passa primeiro. Carros caros tipo Corola ou motos bonitas, coloridas, novinhas, roubadas.

Um dia desses deram 35 tiros num veículos, onde já se viu uma coisa dessas?
No interior passavam anos sem haver assassinato, hoje virou rotina.
O povo do campo também não tem mais paz. Quem se mudou de cidade grande para o interior fugindo da violência, não adiantou.

Por todo lado eles, geralmente menores, mais muito grandes nos crimes saem atirando e deixando um corpo estirado no asfalto.

É a impunidade, precisamos rever nossa legislação, principalmente da sobre menores. Esta história de ficar passando as mãos em suas cabeças dá é nisso: crime e mais crime.

Acho errado divulgarem em massa que não podemos reagir, nos defender. Temos que ser passivos, deixando-os fazerem o que quiserem, aí não dá.
As nossas armas o governo pegou, o que vocês queriam? Os bandidos estão com a faca e o queijo nas mãos.

Além da droga que virou uma matança, carnificina, um massacre, os mais espertos estão aproveitando para assaltar bancos, postos de combustíveis, joalherias e tudo que movimente grandes quantias.
Os arrastões em prédios de condomínio de  luxo acontecem todos os dias. O rico também não tem para onde ir, todos são tratados da mesma maneira.
Chegam batem em todo mundo, amarram, amordaçam e se reagir leva bala. Mesmo assim sou a favor da reação. Também temos que nos armar e mandar bala. Só assim acho que alguma coisa pode mudar.

Páscoa em hebraico quer dizer passagem, travessia para um mundo novo e ele foi mesmo para o outro lado.

Manoel Amaral