FULECO, O TATU-BOLA

TATU-BOLA, O FULECO
Imagem google
Começa hoje a Copa do Mundo, a Copa das Copas, que não passa de uma copa qualquer, com a diferença que os gastos são os maiores da história e a roubalheira também.
Coitado do nosso tatu-bola, o Fuleco (mistura de futebol com ecologia), não deu certo, o povo odeia este mascote que a FIFA inventou.
Que nome mais horroroso! Poderiam ter inventado coisa melhor. O pobre do Tatuzinho que vivia na caatinga está fadado a extinção. Em muitos lugares já não tem mais e na caatinga já está fedendo.
Fuleco conforme dicionário de internet, vem do verbo FULECAR que significa: “ato de perder, ao jogo, tudo aquilo que possuía ou levava”. Se isto for verdade, estamos é fudidos, perdidos e mal pagos.
Eu fuleco, tu fulecas, não fulecamos.
O pior que “bola” no sentido pejorativo, é o suborno oferecido. Foi mesmo uma má escolha.
Manoel Amaral

CARTA DE SÃO PAULO AOS CORINTHIANOS

SÃO PAULO AOS CORINTHIANOS

Lá pelos idos de 67 DC, estavam reunidos naquele grande estádio os principais sábios: Raposa, Galo, Coelho, Urubu, Mosquetinho, Periquito, Português, Mosqueteiro, Saci Pererê, Baleia, Pantera, Moleque, Macaca e Zebra.

Foi aí que São Paulo de Tarso resolveu falar:

Corinthianos,

Combati o bom combate”, não adiantou, hoje estou aqui numa Descrição: https://mail.google.com/mail/images/cleardot.gifsituação desagradável, não posso sair às ruas e todos gritam:

― É freguês!

Bem sei que são “néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia. Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade.”

“Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;”

Não escrevo estas coisas para vos envergonhar; mas admoesto-vos como meus colegas amados.

“Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre nós dissensões; antes sejamos unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.”

“Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa? Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.”

Não estamos preocupados quem vença ou perca, o importante é que marchemos todos juntos neste campeonato, com times bem treinados e jogos bem equilibrados em todos sentidos.

Que “ninguém se engane a si mesmo”, hoje estão por cima amanhã poderão estar por baixo, é a roda da vida e deste campeonato.

É muito cedo para definir a situação de todos os times.

Não quero, porém, irmãos, que ignoreis que” muitas vezes o juiz rouba mesmo! “Há coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu.”

“Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.”

“Na verdade é já realmente uma falta entre vós, terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes o dano?”

Cá estou eu amargurado, abatido, arrazado, perdi de 5 x 0 e não tenho justificativa para este povo que me acompanha. Sem contar que sou obrigado a ouvir estas palavras torturantes:

― O freguês voltou, olé!

Manoel Amaral

Fonte Pesquisa:

Cartas do Apóstolo São Paulo.