OSVANDIR E OS UFOS EM FOZ DO IGUAÇU I

O mistério das malas


Osvandir aos seus 25 anos cursava UFMG (Universidade de UFologia de Minas Gerais). Estávamos em 2002. Em uma de suas aulas o professor contava que em Foz do Iguaçu-PR havia vestígios de Objetos Aéreos Não Identificados, OVNI e resolveram viajar até lá para investigar o caso e também aproveitar as belezas do lugar.

Finalmente chegado o dia da viagem, reuniram-se na Universidade para dar o início a viagem. O trocador distraidamente etiquetava as malas. Duas malas idênticas foram colocadas no Ônibus.
Os alunos, dentro do ônibus, faziam de tudo para se distrair, conversavam, ouviam música no MP3, jogavam baralho e viam filmes.

De repente os ônibus pararam e os alunos começaram a ficar agitados para saber o que estava acontecendo, até que recebem a notícia que o ônibus onde Osvandir viajava tinha furado o pneu, justamente quando estavam chegando em Brodosque – SP para fazer uma parada para o lanche.
Demorou duas horas e meia até que trocassem o pneu e examinassem o motor, quando terminaram já estava escurecendo; sem perder tempo, todos entraram no ônibus e partiram para a lanchonete, pois estavam “mortos de fome”.

Osvandir entrou na lanchonete e parou um pouco para admirar o ambiente, poderia até ter ficado mais, mas estava com tanta fome que foi logo em direção ao self-service e atacou uma feijoada mineirinha.

Após algumas horas de espera, a feijoada começou a fazer efeito. Os torresminhos, as carnes de porco, a couve, pimenta e os outros ingredientes foram fermentando…

Osvandir sentiu-se mal, sua barriga roncava muito. Saiu correndo que nem notou o aviso: “Cuidado! Piso molhado”. Escorregou e deslizou-se até bater no garçom que vinha com uma travessa de macarronada. Todo macarrão caiu na cabeça de uma jovem.

Depois desse alvoroço, Osvandir conseguiu finalmente ir ao banheiro, mas quando sentou-se no vaso escutou uma gritaria:
–Socorro! Vai explodir! Está pegando fogo!!!

Nosso herói mal teve tempo de levantar as calças e sair correndo. Quando olhou para rua viu o capô do terceiro ônibus, cheio de fumaça e gente correndo por todo lado, se soubesse que era um simples ônibus saindo fumaça, não teria se levantado de onde estava.

No meio de toda essa confusão a dor de barriga do Osvandir, até acabou.
Com 5 horas de atraso chegaram a Foz do Iguaçu, no Paraná.

Chegando ao Hotel Carimã foi até a recepção, pegou as chaves e dirigiu-se ao quarto.
Resolveu tomar um banho antes de procurar informações sobre o Ufos, mas quando abriu a mala para escolher sua roupa, viu calcinhas vermelhas, pretas e de outras cores, cheias de rendinha e várias roupas de mulher.

Osvandir se esqueceu do banho e foi até a recepção procurar informações sobre o pouso de uma nave espacial no município, o recepcionista, amigo de um ufólogo fez logo a indicação.

Com endereço na mão, foi atrás de maiores informações, chegando ao local indicado, foi logo se apresentando:
–Boa tarde! Sou Osvandir, ufólogo de Minas Gerais e gostaria de saber alguns detalhes sobre os ufos que estão aparecendo por aqui.
–Bem meu amigo, meu nome é Marcos também sou pesquisador de óvnis há 10 anos. O que tem aparecido por aqui é muito interessante. Nas cataratas do Iguaçu já foram vistos vários discos voadores.
–Mas como eles são?
–Tem aparecido discóides, ovóides e até os triangulares.
–Amanhã podemos ir até lá?
–Claro! Procure-me que iremos fazer um passeio, como brinde talvez a gente veja algum ufo.

Osvandir despediu-se e retornou ao Hotel Carimã, no centro da cidade de Foz do Iguaçu.

(Continua…)

LINK PARA OUTROS CAPÍTULOS:
http://osvandir.blogspot.com.br/2008/02/osvandir-e-os-ufos-em-foz-do-iguau-ii.html

Letícia (11 anos)
manoel.amaral@gmail.com

Se você é Servidor Público veja o site abaixo:
www.casadosmunicipios.com.br

2 thoughts to “OSVANDIR E OS UFOS EM FOZ DO IGUAÇU I”

  1. QUERIDA LETICIA VOCÊ ME DEIXOU COM AGUA NA BOCA ,E AGORA TENHO QUE ESPERAR PARA SABER O QUE VAI ACONTECER AO OSVANDIR SE REALMENTE REALIZARÁ SUA PESQUISA TÃO DESEJADA ENTÃO ATÊ A PRÓXIMA ESCRITORA QUERIDA
    UM BEIJO DA TUA AMIGA
    @N(*)N@ a italiana de UFOVIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *