Quem diria hein? Coca-Cola dá câncer!



Quem diria, hein? Coca-Cola dá câncer!

Fora a infinidade de venenos que ingerimos diariamente, agora quem é viciado em refrigerantes coloridos com o corante 4-MEI, um subproduto do chamado caramelo 4, pode estar sujeito a ter câncer, principalmente no Brasil que a dosagem é a mais alta (como sempre) do mundo.De acordo com o levantamento, o refrigerante vendido por aqui, contém 263 microgramas do corante em 350 ml.”

Os outros refrigerantes também tem os seus venenos, nenhum escapa.
A Coca-Cola se defende dizendo que todos os seus produtos são seguros e estão de acordo com as dosagens do país.
Onde a dosagem do caramelo 4 é menor: na Califórnia (EUA) e na China.
Tanto a Coca-Cola como a Pepsi Cola, alteraram a composição do caramelo em março deste ano, devido o risco de câncer.
Não corri esse risco até agora, nunca fui viciado em refrigerantes caramelados. O meu estômago é fraco e solto logo um hic, quando os coloco na boca. E aquele gosto de remédio?
Alguns dirão: — Eu só tomo refrigerantes Zero ou light.
Mas não adianta os aditivos adoçantes, aspartame, utilizados pelas Coca-Cola diet (zero) e light, é considerado maléfico a saúde.
“O aspartame é hoje considerado o aditivo mais perigoso e responsável por 70% das reações adversas a aditivos alimentares.”
Então meu filho, o melhor é diminuir a dosagem, comprar menos. Evitar aquelas embalagem grandes, para que sobrar na mesa? Um litro só dá para a família inteira e pronto. Pra quê encher o bucho de um líquido que pode lhe trazer o mal amanhã?
Estava para terminar esta crônica e veio-me uma notícia muito interessante sobre a Coca-Cola. É que na Bolívia os dirigentes não querem saber da dita cuja por lá. Vão substituí-la pelo suco de pêssego “mocochinche”. Já marcaram até a data para sua retirada: 21 de dezembro deste ano, para coincidir com o calendário Maia.
Tem um fundo político, a gente sabe, mas a notícia é verdadeira.
Atrás deste episódio vem outro: as franquias de McDonald estão operando no vermelho há vários anos. Não conseguiram, até hoje, combinar o sistema de alimentação dos bolivianos com os seus produtos. E já estão arrumando as malas para sair do país
Na minha cidade há anos eles estão loucos para montar uma franquia da McDonald e não falta dinheiro para isso. É a própria empresa que não quer liberar.
Governadores e Prefeitos vivem mendigando fábricas de Coca-Cola no país inteiro. Sem dúvidas nenhuma é a bebida que mais vende depois da cerveja.
Imaginem vocês se tudo isso se passasse por aqui. Haveria greve, assassinato e até revolução, não duvide não. O dinheiro compra tudo.
Manoel Amaral

Visitem o nosso novo site:
www.escritoresonline.com.br
Fonte: http://pt.shvoong.com/
Jornal Estado de Minas,
Ascom Coca-Cola

andrebarcinski.blogfolha.uol.com.br – Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *