OSVANDIR E A INFLUENZA

“Tudo por dinheiro, até gripe suína criada em laboratório…”
Porcina, tia do Osvandir

Um avião saíra da Argentina, seguia pelo espaço, levando 154 pessoas de vários paises, para uma Convenção sobre o meio ambiente no Canadá.

Um dos passageiros começou a passar mal e foi ao banheiro. Tossia muito, tinha dor de cabeça, seus olhos estavam vermelhos e tinha febre alta. Olhou para cima, havia um tubo de ar condicionado que tinha ligação com o recinto onde acomodavam as demais pessoas.

Como bom terrorista que era, tossiu bastante ali, naquele recinto fechado, até cair desmaiado. A sua missão estava cumprida. Milhões de pessoas, em vários paises, seriam contaminadas por aquele vírus mortal.

Daí meia hora todos os passageiros estavam tossindo e com os rostos vermelhos. O piloto e o co-piloto, como estavam isolados, nada sofreram. Foram alertados pela aeromoça.

Imediatamente entrou em contato com a Central do Aeroporto; em retorno recebeu um comunicado de que o avião não poderia pousar no Canadá. Deveria retornar ao país de origem.

Quando tudo parecia perdido, eis que aparece Osvandir com suas idéias malucas. Quando ficou sabendo do ocorrido por seus informantes secretos, voou direto para a Argentina, chegando primeiro que o avião infectado.

Uma maleta preta, esquisita, brilhava na sua mão direita. O que seria aquilo? Só poderia ser mais um truque do Osvandir.

Ao chegar em Buenos Aires, o Aeroporto Internacional Eizeiza já estava todo isolado. Ninguém poderia desembarcar quando o avião suspeito pousasse.

Logo ao chegar, apresentou as suas credenciais aos policiais que formavam o cerco naquele local.

Alguns tiraram fotos de Osvandir com seus celulares. Mas logo foi requisitado pelos cientistas de plantão para apresentar a sua solução para mais este caso.

Entre vai e vem, conversa pra lá e pra cá, mais um cafezinho ou uma taça de vinho, os cientistas acabaram concordando com as idéias práticas do nosso herói internacional.

Seguindo suas instruções, assim que o avião pousasse, apenas o piloto, co-piloto e a aeromoça que não estavam infectados, deveriam descer.

Acontece que anteriormente, em laboratório brasileiro, Osvandir pode observar que um mosquito da Dengue quando picava alguém que estivesse acometido de gripe suína, H1N1, ou gripe A, por incrível que pareça, essa pessoa, não morria. O mosquito levava o vírus junto com o sangue sugado.

Então agora todos já sabem que dentro daquela maleta transportada por Osvandir estavam dezenas de mosquitos da dengue.

Com o esquema todo montado, assim que o avião pousou, com toda precaução, a caixa foi injetada no seu interior. Um breve silêncio se ouve, depois os passageiros ficaram apavorados, mas foram tranquilizados e que não precisariam ficar preocupados pois sairiam dali com vida.

Os mosquitos da dengue, daqui de nosso país, cumpriram a sua missão, sugaram o sangue de todos os passageiros.

Depois de uma hora, um a um, foram descendo daquele avião, já com melhoras visivelmente notada em seus rostos.

Terminada a missão, o avião foi totalmente desinfetado por inseticida.
Alguns mosquitos escaparam para a floresta mais próxima.

Dias depois Osvandir leu uma notícia preocupante num jornal:
“Dr Leonard Horowitz , cientista, denuncia que vírus da gripe suína foi fabricado em laboratório, combinando pelo menos três cepas de temíveis vírus, inclusive, o da gripe espanhola.”

Outro jornal completava o assunto:
“O surto está sendo provocado por uma combinação jamais vista, um super vírus (H5N1) formado por quatro tipos diferentes combinados em apenas um supertipo, o super vírus é composto por um vírus aviário, um humano e dois suínos (um de origem europeia e outro asiático).”

MANOEL AMARAL

OSVANDIR E A GRIPE SUINA

OSVANDIR E A CONSPIRAÇÃO
Capítulo V
A FARSA

Osvandir está sempre recebendo e-mails de amigos. Esta semana recebeu este, que repassa para apreciação de todos.

Gripe Suína – Uma Farsa?
Por defeito profissional eu gosto de números e apanhei algumas surpresas com a gripe suína. Falava-se que o número de mortos já tinha ultrapassado a centena e meia e saiu um artigo da Organização Mundial de Saúde a informar que eram 16.

Curiosamente na mesma página da NET em que eram referidos os números da OMS, continuava a insistir-se nas 156 mortes.

A verdade, não sei, mas este artigo lança algumas suspeitas…
E os negócios das farmacêuticas envolvem BILIÕES …
Basta usar um pouco a imaginação , para tirar conclusões pessoais .
Sinceramente desejo ,que o vírus seja mais fictício do que real …
Nota : Qualquer vírus da gripe, mata mesmo… !!! A probabilidade de ser mortal é que não é das mais elevadas…

Pessoal, antes de qualquer coisa, gostaria de deixar bem claro que moro na Cidade do México [sou de São Paulinho] e estou vivendo toda essa tensão sobre a suposta gripe suína. Hoje recebi um e-mail que está circulando na internet de que a gripe suína [influenza] é uma farsa.
Ou seja, esta história da gripe suína foi inventada pelos governantes dos países para desviarem atenção do povo dos problemas reais. Por isso, decidi traduzir este texto do Espanhol ao Português para que vocês leiam e tirem suas próprias conclusões. O texto oferece muitas
razões para se duvidar desta gripe.

“No dia 2 de Abril, deste ano, durante a reunião do grupo do G7, integrado por USA, Reino Unido, Canadá, Alemanha, Itália e Japão, se concluíram o seguinte: 1) a economia mundial necessitava uma mudança;

2) o FMI destinaria 500,000 milhões de dólares para ajudar às economias emergentes (países pobres dispostos a colaborar). Pois bem, os dados estavam no ar; 3) Logo veio a reunião privada do presidente Obama e Felipe Calderón [presidente do México] no dia 16 e 17 de Abril.

Coincidentemente, na sexta-feira, dia 23 de Abril, o presidente do México, Felipe Calderón, convocou uma reunião de emergência com seu gabinete, e pela noite o secretário de saúde, José Ángel Córdoba Villalobos, anunciava em cadeia nacional a aparição do vírus da influenza, e as medidas imediatas, como, por exemplo, a suspensão das aulas em todos os níveis na Cidade do México e no estado do México.

No dia 24 de Abril, o G7 declarava que a economia mundial deveria estar em marcha este ano, e que se lançariam todas as ações necessárias. Finalmente, segunda-feira, dia 27 de Abril, a empresa farmacêutica Sanofi Aventis anuncia que injetaria 100 milhões de Euros em uma nova planta de vacinas e doaria 236,000 doses ao México como apoio ao controle da influenza.

De todo o anterior, tiramos as seguintes conclusões:

1)Há 2 anos a indústria farmacêutica [Sanofi Aventis] a nível mundial tinha problemas financeiros pela baixa venta de remédios;

2) Se não se cria guerras, se cria [ou se inventa] doenças [“a economia mundial deveria se por em marcha”];

3) O México seria um perfeito trampolim para lançar a doença da influenza. Daqui [do México, é óbvio] sairiam turistas a diferentes partes do mundo. E curiosamente, os países que dizem ter doentes infectados pelo vírus da influenza, estiveram no México. E os países que estão reforçando a segurança sanitária são os países que integram o G7. Que curioso, não? O que acontecerá na semana que vem? Muito provável será a suspensão das atividades em todas as empresas da Cidade do México e em algumas outras cidades da República Mexicana. Já as aulas estão suspendidas até o dia 06 de Maio, onde o governo fará uma análise da farsa e verá [convenientemente] que siga sem aulas;

4) Pare para pensar qual é o assunto mais falado e comentado neste últimos dias: a influenza ou a crise financeira? Isto, de antemão, é um alívio para o Banco Mundial e para as bolsas do mundo.

Em outras palavras, essa história do vírus da influenza é uma farsa que os governos do mundo inventaram para desviar a atenção do povo dos problemas reais pelos quais a sociedade verdadeiramente está passando.

Vocês se lembram das histórias passadas, como, por exemplo, do chupacabras, do fim do mundo, ano 2012, Planeta X e dos óvnis?

Pois é, amigos, tudo isso foi invenção dos governos para distrair a atenção de suas populações e encobrir certas coisas para que a sociedade não se interasse.

Vemos as notícias nas TVs e vemos como as ventas das farmácias cresceram [remédios e máscaras se vende como nunca]. Imagina como devem estar rindo as pessoas [governantes] que inventaram isso ao verem as pessoas pelas ruas da Cidade do México, amedrontadas com suas máscaras. Alguém pode objetar que a Cidade do México estaria perdendo muito com estas paralisações. Não. Pois, para isso existe o fundo que destinou o FMI. Agora imagine os lucros da farmacêutica a nível mundial. Isso é algo para se pensar.

O presidente do México sempre está anunciando que tantas pessoas já morreram em decorrência da gripe suína, porém [o autor deste texto que é mexicano, se pergunta] onde estão os mortos e onde estão concentrados os doentes? Estes dados os governo mexicano não menciona.

Coloco os seguintes pontos para reflexão:

1) Se realmente é tão contagiosa essa gripe, como e onde estão as famílias dos mortos? [ninguém sabe];

2) Se a influenza suína é uma mutação do vírus original dos porcos, então o início da infecção deveria ter começado no campo não na cidade;

3) Por que não mostram alguma entrevista com algum doente contagiado?

[realmente nunca mostraram. Vi que entrevistam a familiares, dizendo que seu familiar está doente e que já está estável graças aos medicamentos; porém, se o familiar esteve em contato direto com o vírus, então, por que não fica doente ou em quarentena?] ;

4) Por que até agora não disseram o nome do antivírus que está “curando” as pessoas doentes? Alguém conhece algum doente real?

Para quem diz que Osvandir só fala besteira seria bom darem uma olhada nestes sites:
http://www.dihitt.com.br/noticia/gripe-suina–uma-teoria-da-conspiracao-explica-muita-coisa#lermais

http://rodrigoenok.blogspot.com/2009/05/gripe-suina-foi-desenvolvida-em.html

http://blogcasamata.blogspot.com/2009/04/gripe-suina-bioterrorismo-ou-acaso.html

E estes vídeos completam as teorias do Osvandir:
http://www.sintrascoopa.com.br/?p=1635

MANOEL AMARAL

OSVANDIR E A GRIPE SUINA (A)

Capítulo II
O PÂNICO

“Mesmo depois de tudo que os cientistas aprenderam sobre a gripe,

desde a catastrófica pandemia ocorrida entre 1917 e 1919,
uma coisa continua a mesma: a natureza previsivelmente
imprevisível dos vírus responsáveis por ela.”

Já dizia o avô do Osvandir que o medo é o nosso pior inimigo. Mas a boataria sobre o México continua em todos os jornais do mundo, sem dó nem piedade.
Muitos desejam mesmo é o pânico, com objetivos financeiros, é claro!

O povo simples, com a D. Maria, no seu dia-a-dia, não encontra mais no mercadinho os produtos que deseja.

A internet já está explorando os incautos internautas, vendendo remédio contra a Gripe A, em sites clandestinos.

“O que se vê são pessoas assustadas lotando postos de saúde, buscando vacinas e estocando máscaras e remédios.”

“O pânico assume dimensões preocupantes e se configura uma urgência psicológica.”
“A grande maioria das pessoas, cerca de 70%, fica como que letárgica, sem reação, sem orientação.”

“O imaginário popular se contamina muito rapidamente. As pessoas acabam desenvolvendo um comportamento coletivo neurótico que não ajuda em nada”, “Comportamento exagerado de pânico e de fantasias mais catastróficas como a da humanidade ser dizimada” conforme alerta Juliana Borges.

Osvandir segue seu destino para “uma comunidade da região montanhosa do centro do México, no estado de Veracruz, é suspeita de ter gerado o surto do vírus da gripe suína que afeta todo o país, como denunciam seus habitantes e rejeitam as autoridades locais.”

E ele leu mais na internet: “O ministro da Saúde mexicano, José Ángel Córdova, considerou que não seria correto querer culpar por esses casos a comunidade de La Gloria, onde existe uma grande exploração de porcos.””No entanto, foi descoberto que outro menor contraiu o vírus da gripe suína e sobreviveu, no que seria o primeiro caso da doença no país.Segundo a empresa de consultoria americana Veratect Consulting, que realizou estudos sobre esses casos, um deles correspondia à influenza suína: o de uma criança de quatro anos chamada Edgar Hernández.” (Bol Notícias)

Vide o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=_zKJUO9XCms&feature=related

A comunidade procurada por Osvandir fica localizada no Estado de Veracruz é La Gloria. Possui apenas uns 3.000 habitantes, localizada entre montanhas.

O foco principal da doença, a própria população sabe, são algumas fazendas de criação de porcos que existem na região.

O fedor se espalha por dezenas de metros da região. Deve estar tudo contaminado, o ar, a terra, os porcos, o milho, a ração, a água…

No início de março algumas crianças começaram a sentir alguns sintomas parecidos com os da gripes, é o que diz alguns moradores da região, quando foram entrevistados por Osvandir.

Algumas delas sofriam de problemas respiratórios que foram agravados com outros sintomas da gripe.

João Manuel, um dos moradores daquelas redondezas diz o seguinte:
__ Há anos somos incomodados por terríveis cheiros vindos da fazenda.

Os donos da fazenda dizem que os animais estão todos vacinados e seguem todas as regras sanitárias do município e as leis federais. Afirmam que os fiscais sanitários não encontraram nada de anormal na sua criação de porcos na sua última visita.

Até Barack Obama, o presidente dos EUA, já disse:
“it’s not a case for alarm, but it’s a case for concern”: (“não há razão para alarmes, há razão para preocupação”).

Mas o povo do mundo inteiro está alarmado e muito preocupado.

A preocupação é tanta que um Prof. João Vasconcelos Costa, Doutor e agregado em Medicina (Microbiologia), de Portugal disse que: “Os vírus hoje viajam de avião, trata-se de um tipo de vírus contra o qual há dezenas de anos que não há qualquer resistência imune, nem há vacinas rapidamente disponíveis.”

Osvandir ficou sabendo mais ainda quando leu o blog do cientista:
“Já imagino o que vai haver por aí de pânico em relação ao consumo decarne de porco! Mesmo que a gripe fosse suína, não era pela carne que se transmitiria. Mas, como chamei a atenção, “suína” é neste caso umareferência enganosa, tem a ver só com a origem. Quem a vai ter são oshumanos, não os pobres suínos.”

O site do Professor tem vários artigos sobre a gripe e num deles diz:
“Todas as grandes pandemias de gripe tiveram origem no porco, como esta (em alguns casos, como agora se esperava, na Ásia, com passagem prévia das aves para o porco): a espanhola, a asiática, a de Hong Kong.”

“O que aparece é um novo vírus humano – insisto, humano, transmissível de homem a homem – com origem no porco mas no outro lado do globo, no México. Também não é um H5N1 e por isto, como eu e muitos escrevemos na altura, era tolice investir em vacinas contra um vírus que ninguém sabia o que viria a ser – mas sim um H1N1, desaparecido da história da virologia há quase um século. Foi o tipo de vírus que causou a terrível pandemia de 1918, a espanhola, que matou mais gente na Europa do que a guerra mundial que tinha terminado pouco antes.”

É melhor todos irem direto para a página do citado Professor:
http://jvcosta.planetaclix.pt/moleskine.html#10

E bom fim de semana!

MANOEL AMARAL

FONTE DE PESQUISAS

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/
http://www.jornalotempo.com.br/
http://www.uol.com.br/
http://volperine.multiply.com/
http://www.carlosbracho.com/
The Guardian e da AP
João Vasconcelos Costa ( Portugal). Peste Suína
http://jvcosta.planetaclix.pt/moleskine.html#10
Atila Lamarino, Doutorado em evolução de HIV-1.
Eliana Márcia Martins Fittipaldi TORGA, www.defesacivil.mg.gov.br
Jared Diamond – Livro: Armas, Germes e Aço – Os Destinos das Sociedades Humanas (Veja outros livros deste autor)
Reinaldo José Lopes – Globo – Pestes Animais
Arsénio de Pina – www.asemana.cv/ – Gripe A
http://realidadeoculta-novo.blogspot.com/
portal.Saude.gov.br – Muita Informação para viajanteshttp://www.vaicomtudo.com/2009/04/gripe-suina-sintomas.html -Sintomas Gripe