Textículo Roxo

TEXTÍCULOS  ROXO
“Tenho aquilo roxo” Fernando Collor ex-presidente

E o povo foi às ruas pela morte da Vereadora Marielle, da Comunidade da Maré, no Rio de Janeiro.

Ironia e tudo mais, o Stalisnaw Ponte Preta deve estar revirando-se na cova.
Partidos Partidos na maioria estão como “pau de galinheiro”. Tem merda por todo lado.

Pré-candidatos a um buraco sem fundo. O negócio é uma porcaria mas ninguém quer largar o osso, a mamata. A vaca já foi pro brejo e ainda tem gente dependurado.

Hoje escrever sem internet é como cavar um poço sem picareta.

Para acabar com essa roubalheira de celulares  inventamos o CELULAR QUE EXPLODE. Se cair nas mãos de larápios basta apertar a tecla vermelha e eles vão pelos ares.

IPVA – O Governo recebeu uma bolada do Imposto dos veículos pode tomar um embalo para as eleições.

Ano Eleitoral é assim mesmo, os políticos passam três anos sem fazer nada. Quando chega a reeleição aparece cada obra que ninguém acredita. Pontes que não leva a lugar nenhum. Asfalto de dois centímetros que acabam na primeira chuva. E uma infinidade de obras de R$1,99. Haja vista muitas casas da sua vida lá no meio do mato que ninguém entende porque não foram entregues ao povo que precisa delas.

Como na bíblia, o Ribeirão ficou vermelho em Santo Antônio do Grama, pacata cidade de Minas, repetindo o caso deplorável de Mariana. As empresas (todas estrangeiras) ficaram colocando “panos quentes” para fugir das indenizações. Por falar nisso, não saiu grana (indenização) para ninguém. Vocês viram alguém feliz, satisfeitos, eu não vi. Foi nesta tragédia que aprendi que minério tem polpa.

Agora tem Triplex no Leilão, antigamente só tinha carros e motos velhas, caindo aos pedaços. As peças tomaram rumos ignorados.

E os FLORAISno SUS? É piada pronta do José Simão? Não, é verdade. Se você quer usar, está à disposição.

Ainda do SUS, se tem catarata, surdez e outras doenças de velhos pode procurar aquelas três letras que vai levar um SUSto!

Agora os espiões devem tomar todo cuidado possível. O Osvandir foi contaminado com o Gás do Sorriso e todo mundo achou que era maconha. Seria o Gás Sorin?

Passaram “Mantega” no seu pão.

Olha só: Barãoé preso por causa do velho  Jogo do Bicho”. A PF esqueceu-se de passar na CEF.

Aquele Afif(lembram do 22, para Presidente?) também quer candidatar-se.
Vocês acreditam? Em Minas o PT vai coligar-se ao velho e sucateado MDB.
Ainda tem gente falando em “Golpe de 2016”, queriam até colocar em livro paradidático. Pode uma coisa dessas?

Fazer Campanha Eleitoral no Brasil é fácil: é só pegar os aviões da FAB.
BARROSObarra os corruptos.

“O fenômeno Fake News é resultado de país dividido” (Brito Cruz)
E os Correios, hein?

Os desmatamentos da Amazônia continuam. E os desmoronamentos também.

Putin(da Rússia) vai ganhar as eleições…

Alguém disse que “escravidão” rende mais que drogas.

Muitas linhas de ônibus vão ficar sem cobrador. Coitado dos Motoristas, além de prestar atenção ao trânsito infernal ainda tem que dar o troco para os passageiros.

Vem por aí conta de energia mais cara.

Vocês sabem o que é NIÓBIO? É isso mesmo, o mineral mais importante da atualidade e está sendo entregue de “mãos beijadas” para o inimigo. Caso da CODEMIG.

Esta notícia eu não acreditei: “COPASA vai devolver dinheiro do consumidor”. MP fala em R$243 milhões.

E a briga da VIGOR com a ITAMBÉ? Acho que vamos levar a pior nessa. A velha Itambé vai ser engolida.

Estava esquecendo-me: ontem durante as passeatas a favor da Vereadora Eliete, da Maré, Rio de Janeiro, a poderosa Globo exibia o filme nacional, TROPA DE ELITE 2.

Caros consumidores da gasosa  vem mais um aumentozinho por aí. Piada Pronta? Não, é verdade. Sabia que pode exigir do posto teste do combustível?

E aquelas velhas doenças que tinham acabado (controladas), voltaram. Caxumba, sarampo, conjuntivite, alergias, bicho de pé, carrapatos e outras desconhecidas voltaram a todo vapor.

Coreia do Norte quer a Paz, dá para acreditar. Quer conversar com Trump. Parece até aquele filme: Marte Contra-Ataca.

A Febre Amarela aumentou por todo país.

Política em Minas: deixem o Anastasia em paz.

Cada Deputadoestá valendo R$2 milhões.

Na opinião do Ministro Torquato Jardim, da Justiça, a Lava-Jato representa apenas 10% da corrupção e que o CGU revelou que existe dois terços dos Municípios com fraudes na compra da merenda escolar.

PETROBRÁS,teve uma prejuízo de apenas R$446 milhões em 2017.

Estou muito desbocado hoje? Nada disso, está tudo nos jornais.

Até o fim do mês, se ainda estiver por aqui…

Manoel Amaral

O BOLO DA DEMOCRACIA

BOLO DA DEMOCRACIA

Povo participando da Democracia
Foto: Guia da Semana
Engredientes:
100 mau caracteres;
100 caras de paus;
1.000 políticos safados;
100 kg Gordas verbas federais;
100 de delatores;
10.000 ladrões do erário;
10.000 falsários;
10.000 infratores;
10.000 traficantes;
10.000 “di-menores”;
100.000 votos nulos/brancos;
1 t de reformas;
100 t corrupção;
10.000 máquinas lavagem de dinheiro;
10.000 máquinas para contagem de dinheiro;
100 juízes bem corruptos;
10.000 l gasolina cara e suja;
10.000 kg projetos políticos;
10.000 Obras paralisadas;
10.000 escolas fechadas;
10.000 hospitais fechado e com salários atrasados;
100 frigoríficos podres;
100 kg pega-pega ladrão;
10.000 l águas estagnadas com mosquitos e doenças;
10.000 kg Remédios vencidos;
100 Estadões falidos;
100 partidos corruptos;
1 dólar pagamento impostos dos ricos empresários;
100 Verbas fundão partidos;
100 kg canela de pobre vencida;
100 kg cravo ferradura para ferrar todo mundo;
100 t Maconha Paraguaia;
100 t cocaína Colombiana;
10.000 lava-jatos, uma em cada cidade;
100 tanques de guerra enferrujados para conter a patuleia;
100 bancos falidos;
100 bilhetes premiados da Mega sena;
100.000 l água da Estatais;
1.000 kg Mandioca da Dilma;
3 mulheres sapiens;
10.000 l de vento estocado;
30 canais de TV só para faroestes;
1 Prato vazio do Programa Fome Zero;
100 pinguelas para futuro, é pouco;
100.000 cabeças de bois iguais aos da JSS;
100 bi para rombo orçamento;
153 deputados que ficaram na cadeira do presidente;
100 deputados levando marmitas para reunião;
100 refinarias enferrujadas como aquela dos EUA.
Misturar tudo com cimento de massa rápida.
Assar na forma da Gerdau, neste caso pode partilhar entre vários altos fornos que estão desmatando o país.
A cereja do bolo: um dólar devolvido por um Político honesto.

BILHETE FALSO DA MEGA SENA DA VIRADA

BILHETE FALSO DA MEGA-SENA DA VIRADA
Osvandir estava pensativo, triste e sem palavras, mais uma Mega-Sena da Virada e nada.
Antes estudou vários números, fez combinações, consultou a numerologia, avaliou bolões, marcou alguns pontos e sonhou: desta vez vou ficar rico!
Mas o jogo só trás benefício para a caixa (Governo); vejam só este resultado: foram arrecadados R$871,3 milhões e foram distribuídos em prêmios apenas R$ 263,29 milhões.
Dizem que 54% da renda dessa loteria são destinadas ao custeio de diversos programas sociais.
Nunca vi prestação de contas da Caixa ou de nenhuma dessas entidades.
Em nosso país existe um rolo compressor direto para a corrupção, tudo encobre e tudo arrecada em favor de um grupo do poder.
Agora apareceram várias fotos bilhetes da virada na internet com os números 01, 05, 11, 16, 10 e 56, a gente sabe que é fake, do contrário já teriam recebido da Caixa, o tão cobiçado prêmio.
Fazer bolão é besteira, veja só o caso de Brazlândia, um senhor fez uma única aposta, de R$2,50 e levou um prêmio de R$65.823.888,16.

É bom lembrar que este rateio de R$ 263,29 milhões é o maior que já houve até agora.

Caro leitor, não se iluda, vá trabalhar, sonhar com os milhões é até bom, mas a realidade é outra. Muito difícil ganhar, veja só o percentual: existem “50.063.860 (cinquenta milhões sessenta e três mil oitocentos e sessenta) modos diferentes de se escolher os seis números de 1 a 60, ou seja: 0,000002% de chances de acertar.”

Então, respire fundo, pegue a enxada, a caneta, a mochila, o computador ou qualquer outro instrumento de trabalho e comece a trabalhar. É mais fácil ficar rico com o seu trabalho do que ganhar na Mega-Sena ou qualquer outro jogo da Caixa!

Manoel Amaral

DEZEMBRO

FINAL DE DEZEMBRO


Estados Unidos e Cuba agora são amiguinhos.

A Câmara dos Deputados aprovou um gordo aumento para os salários dos Três Poderes. E o Salário Mínimo…. continua mínimo.

No Brasil é assim mesmo, quem denuncia acaba denunciado e preso. Vide caso da CPI da Petrobrás.

Em época de contenção de despesas, o Governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel, vai criar mais três secretarias de Estado.

Este mesmo Governador está sendo cassado pela Justiça Eleitoral.

Alguns imóveis do estado estão indo para leilão, em fim de mandado, isto não é legal.

Este Facebook que vos fala, vai proibir fotos de pessoas em situação constrangedora. Passou da hora de tomar esta decisão.

Fotos e textos não autorizados pelos autores, também serão eliminadas de suas páginas, além de processo judicial.

Google News encerra em Espanha,  serviço fecha para não pagar conteúdos a meios de comunicação, como estipula a nova Lei de Propriedade Intelectual espanhola.

E ricaço é preso com grande quantidade de diamantes em aeroporto internacional.

Sabem daquele grande assalto a Samsung (em julho deste ano), onde foram levados quatro carretasde TVs, Celulares, Computadores, Tablets e outros produtos eletrônicos de valor? Foram presos os ladrões e parte da carga estava no Paraguai.

O Relatório da CPI da Petrobrás não vai acusar a Presidenta.

Corrupção e lavagem de dinheiro, em bilhões, ligado as empreiteiras, no famoso escândalo na Estatal Brasileira. Cada dia sobe o número dos réus no processo da Operação Lava-Jato.

Dez cidades mais pobres de Minas: Serra da Saudade, Cedro do Abaeté, São Sebastião do Rio Preto, Passabem, Consolação, Paiva, Pedro Teixeira, Itambé do Mato Dentro, Antônio Prado de Minas e Santo Antônio do Rio Abaixo. São os municípios com os menores PIBs. Ainda tem essa cidade que tem nome de PASSABEM.

O brasileiro gasta muito mais ( e põe mais nisso ) com celular do que com cultura. Cultura? Alguém disse cultura?

Serial Killer confessou que matou 42 pessoas, na maioria mulheres. E nunca se arrependeu. Matava porque gostava.

Agora a novela do metrô de Belo Horizonte pode acabar, se as verbas prometidas saírem do papel. E o MOVE, move com lentidão na implantação do sistema em outros pontos da cidade.

Papa Francisco alerta sobre o clima no Planeta.

Oposição cobra demissão da Presidenta da Petrobrás, e ela diz que não sabia de nada. E finalmente a Gracinha diz: “Eu preciso ser investigada”.

No Norte de Minas muitos eleitores votaram na Presidenta Dilma com medo de perder o benefício. Não foi só em Minas, foi no Brasil todo.

E algumas Câmaras Municipais querem voltar com o 13º Salário.

OPERAÇÃO LAVA-JATO: Foi desmontado pela PF o esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que movimentou muitos bilhões. E agora neste final de ano está em pauta investigar parlamentares. Aí que a cobra vai fumar…

Mesmo com tanta chuva em São Paulo o nível do sistema Cantareira continua a cair.
E no Nordeste a polícia prende 18 por desvio na Merenda Escolar. Não bastasse as licitações fraudadas, agora estão tirando até da boca das crianças.

Hospitais filantrópicos estão fechando as portas. Há muito tempo que a saúde não vai bem no Brasil. E tem muita gente interessada por trás disso tudo.

Em Taubaté/SP, foi desbaratada uma quadrilha que “fabricava” reais, até dólar e com as devidas provas d’água.

NOTÍCIA ENGRAÇADA: Ladrão rouba de advogado que acabava de soltá-lo.

NOTÍCIA TRISTE: A turma da situação está convocando os seus eleitores para comprarem ações da Petrobrás.    Dizem para todos economizarem na cerveja. Coitados dos assalariados que compraram as ditas ações com o seu suado FGTS.

NOTÍCIA TRISTE II – A Lei de Responsabilidade Fiscal foi rasgada, abrindo brecha para Estados e Municípios doidos para fazerem o mesmo.

NOTÍCIA TRISTE III – Uma das árvores mais antigas do Brasil foi abatida, os destruidores dizem que foi por engano. E tudo vai ficar por isso mesmo.

NOTÍCIAS MAIS TRISTES AINDA:
Dilma diz: 
– “Petrobras é maior que os escândalos, é a empresa mais sólida do país e que as apurações devem ser tratadas com o mais alto rigor.”

–E vocês acreditam numa coisa desta?

Lula diz:
– “A demissão da Graça Foster, é problema da Dilma.

— A própria Gracinha está doida para sair!

José Sarney diz:
– “Eu me sinto envergonhado com tanta corrupção, neste país.”

–Dá para acreditar?
Manoel Amaral

THE NEW WEST

THE NEW WEST – I
OS COWBOYS DO ASFALTO

Imagem Google

“Mais que de máquinas, precisamos de humanidade.”
Charles Chaplin

Eles chegam em seus velozes cavalos mecânicos, portando equipamentos eletrônicos de alta geração.

No lugar de máscaras usam capacetes, com viseiras rebaixadas tornando-os assim irreconhecíveis.

Usam calças e blusões de couro negro, botas especiais e luvas.
Numa aceleração constante, no meio daquele trânsito caótico, atingem qualquer local com muita facilidade.

Andam sempre em dupla. O cavalo do velho oeste carregava apenas um assaltante; hoje, o mecânico, leva dois.

Visam a vítima, param no local escolhido. Um desce e faz a coleta do dinheiro dos postos de combustíveis.

O outro fica ali a espera do colega, para a fuga desenfreada no meio da rua.
A Polícia vai atrás, quando é alertada a tempo, mas dificilmente consegue prender os assaltantes.
Estamos no “Novo Oeste”, onde assaltar e matar são coisas corriqueiras.
Cidades do interior não tem mais sossego. As pequenas agências ou postos bancários são assaltados com mais facilidade.

Eles chegam, amarram e prendem os funcionários (geralmente mulheres) nos banheiros.

Abrem o cofre com muita agilidade, recolhem o dinheiro, limpam também as gavetas dos guichês de atendimento e ainda têm a audácia de assaltar os clientes do banco.

Muitas vezes dinamitam os caixas eletrônicos levando tudo, quando não levam os ditos.

Quando são presos, um sempre escapa e o dinheiro roubado não aparece.
Tempos modernos, como diria Charles Chaplin.

Manoel Amaral
http://osvandir.blogspot.com

Posted 10th February 2012 by OSVANDIR
THE NEW WEST – II
O CAVALO VOADOR
Imagem Google


“Quem mata um homem é chamado de assassino,
quem mata milhares é chamado de herói.” Charles Chaplin

Hoje as grandes quadrilhas andam num só cavalo voador, o avião.

Podem marcar assaltos em vários pontos estratégicos do país ao mesmo tempo.

Recolhem grandes quantias de cada vez, que nunca mais são encontradas.

Haja vista o maior assalto a banco de nosso país: O Banco Central de Fortaleza, em 2005, de onde 36 ladrões levaram R$ 164.755.150,00 dos cofres, dos quais, até o momento, apenas uns 20% foram encontrados.

O mais impressionante é que cavaram um túnel subterrâneo de 80 metros de comprimento, por 70 cm de diâmetro, uma verdadeira obra de engenharia.

O dinheiro, em notas de R$50,00, previamente selecionadas, sem numeração, pesava 3 toneladas. Usaram uma empilhadeira para recolher o dinheiro.

Este foi o segundo maior assalto a banco do mundo. Não foi descoberto até agora quem foi o mentor principal do grande assalto e a ligação com alguém do banco. Desconfiam de altas autoridades.

Usaram avião, carreta e outros meios para transportar o dinheiro para vários estados do país.
Alguns bandidos presos, foram chantageados, sequestrados e outros acabaram mortos.

Como o assunto é muito interessante já foram produzidos um filme, um livro e vários documentos sobre o assunto.

Livro: Toupeira: A História do Assalto ao Banco Central” de autoria de Roger Franchini
Filme: Assalto ao Banco Central. Direção: Marcos Paulo. Com os atores: Milhem Cortaz, Hermila Guedes, Giulia Gam, Lima Duarte.

Encontrei um excelente slide na internet:
http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/assalto-ao-banco-central/

Manoel Amaral
http://osvandir.blogspot.com

Posted 12th February 2012 by OSVANDIR
THE NEW WEST – III
CORRUPÇÃO
Imagem Google
“A reeleição é um poço de corrupção”
(Osmair – Tio do Osvandir)
No caso da corrupção os larápios limpam os cofres da “viúva” e voltam sempre para conferir.
A Casa da Moeda e a comissão de 25 milhões de dólares, foi uma das notícias que mais me entristeceu neste fim de semana.
Na era Collor foi o caso PC Farias, para os jovens que não lembram do assunto: O PC passava o chapéu nos empresários que ajudaram a eleger o Collor, umas duas ou três vezes por ano. E a arrecadação era muito grande, dólares e mais dólares. O seu caso de amor não foi bem resolvido e nem a sua morte, muito suspeita.
Na época do FHC foi a privataria. Uma turminha do núcleo do poder ganharam mais poder e mais dinheiro.
Na época do Lula foi o Mensalão que deu um rombo muito grande.
Já no primeiro mandato de Dilma o rombo foi muito maior com o assalto a Petrobrás.
O pior da corrupção é que ela é maior, proporcionalmente, nos municípios. Esse ano houve muita luta contra os altos subsídios dos vereadores (os de BH desistiram do aumento).
Todos os poderes estão enlameados. Empresas públicas estão apinhadas de servidores não técnicos, capachos, impostos pelos partidos, no tradicional loteamento de cargos. Olha que não salva nenhum partido.
A corrupção entrou na área pública de cabo a rabo (êpa!)
Partido já nasce “partido”. Tem que começar com a letra “P”. A ditadura (1964) acabou com todos os partidos políticos. Foram criados apenas dois: ARENA – Aliança Renovadora Nacional e MDB- Movimento Democrático Brasileiro. Depois vieram as sublegendas, a pior instituição que já inventaram na política: tinha Arena 1, 2 ou o tanto que comportassem as facções políticas. Daí voltamos a era atual que tem tantos partidos que o eleitor nem sabe de qual pertence o seu candidato.
Os políticos também são culpados disso tudo, mudavam de um lado para o outro sempre que se sentia ameaçado em sua reeleição. E por falar nisso é outra merda que inventaram na política.
A reeleição favorece a corrupção.
Abaixo a reeleição!
Manoel Amaral
Posted 13th February 2012 by OSVANDIR
THE NEW WEST – IV
Imagem Google
A CAIXA DE PANDORA
“Operação Caixa de Pandora, foi criada em 2009, para reprimir fraudes em licitações no governo do Distrito Federal.”
Envolvimento de servidores públicos, empresários e até integrantes do Judiciário.
“A Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal, acabou com o Mensalão de DEM em Brasília e levou à prisão do ex-governador José Roberto Arruda”
Foram apreendidos computadores, mídias, documentos, além de 700 mil reais, 30 mil dólares e 5 mil euros. Foi uma de maior impacto da PF.
“O esquema de corrupção seria uma espécie de “pedágio” que Arruda cobrava de empresas interessadas em conseguir contratos com sua gestão. O dinheiro arrecadado, segundo o inquérito da Polícia Federal, era dividido entre ele, o vice-governador, Paulo Octávio, secretários e assessores.”
De acordo com a operação da PF, o dinheiro que Arruda repassava a políticos vinha de empresas privadas que prestavam serviço ao governo do DF. Aqui uma coisa interessante, o dinheiro distribuído não saía da área pública.
“As empresas pagavam “por fora” para garantir a os contratos e continuidade dos serviços. O ex-governador, por sua vez, pagava aos aliados e adversários políticos para garantir estabilidade no governo e aprovar os projetos que queria. Com o apoio político, facilitava os contratos e licitações das empregas que forneciam o dinheiro.”
“Entre a pilha de coisas recolhidas, estavam agendas com anotações de pagamentos a políticos, livro-caixa com a contabilidade que os investigadores suspeitam ser de propina, dossiês sobre corrupção em empresas públicas e secretarias, além de um mapa com loteamento político de mais de três mil cargos no governo do DF, remessas de dinheiro para o exterior e acertos para fraude em licitações públicas.”
Ao todo, o processo principal já tem cerca de 40 mil páginas, fora os apensos e os avulsos.


Manoel Amaral
Fonte: Do R7, em Brasília; Revista Veja; Folha de S.Paulo
Posted 15th February 2012 by OSVANDIR

O JOVEM CANDIDATO I & II


Imagem Google

“Uma eleição é feita para corrigir o erro da eleição anterior, mesmo que o agrave.”
De um lado os poderes do mal: os maus políticos, os traficantes, as drogas e os milhões. Do outro lado os do bem: a polícia, a justiça e a população sem tostões.
Tudo estava virando de cabeça para baixo. A eleição estava chegando.
Havia um candidato jovem, bonitão e rico. As estatísticas (compradas) indicavam que o candidato jovem subia como um foguete.
Dinheiro não faltava e apoiadores nem se fala. Doações caiam na rede como peixe. O partido novo estava vencendo em todas as regiões.
Seguindo a moda a agremiação não começava com a palavra partido. O nome escolhido foi União Renovadora Nacional -URNA. O partido foi registrado com a maior facilidade, um ano antes das eleições.
Não faltavam apoiadores e candidatos mil. A maioria das cidades que tinham tantos candidatos que era necessário fazer uma triagem: eliminavam a metade e só a outra metade poderia concorrer.
As cores estavam espalhadas por todos os morros, centros e bairros. As capitais estavam todas coloridas de verde e branco.
As fotos do candidato estavam dependuradas até em árvores, nas porteiras. Outdoors gigantes espalhados pelos prédios abaixo. Em todos os muros foram desenhados as imagens do partido. Não sobrou espaço para nenhum outro, que estavam encolhidos mediante o gigantismo daquele candidato. Todas as maneiras de propaganda foram utilizadas.
O símbolo era uma mão segurando a outra sobre um fundo verde e branco.
Inventaram milhões de insinuações de que o desenho tinha duas pistolas de cano longo, uma suástica etc. etc.
Milhões de bandeirinhas, bandeiras e bandeirões, bem como faixas de todos os tamanhos circulavam nas mãos de crianças, jovens e velhos.
Muitas mulheres foram arregimentadas para trabalhar como batalhão de frente. Os velhinhos estavam ganhando muito bem distribuindo santinhos por todo lado.
As escolas públicas e privadas, ávidas por algumas verbas a mais, promoviam debates imitando os candidatos e o jovem sempre ganhava de todos.
As grandes empresas estavam todas com aquele candidato apesar de distribuir doações para todos.
Os candidatos a Governadores, Senadores, Deputados Federais e Estaduais daquele partido estavam muito bem colocados. Onde aparecia as cores verde e branco tudo ia de vento em popa, em todos estados.
De Norte a Sul aquele partido ia vencendo a olhos vistos. Não faltavam eleitores, todos muito empolgados.
As urnas eletrônicas passaram por uma revisão. Agora não precisava nem de título eleitoral. Bastava a pessoa colocar o indicador no visor e os seus dados apareciam na tela.
Marcar o candidato ficou mais fácil ainda, por todos os lados tinham as fotos e os números.
Aquela besteira de proibir Showmício acabou. Por todo canto havia um candidato divulgando os seus textos e pensamentos.
Na TV, o prazo da União Renovadora Nacional – URNA era o maior devido as inúmeras coligações.
Os eleitores estavam muito bem tratados. Todos os dias recebiam bolsas, camisas, bonés e até dinheiro devidamente colocado num envelope branco. Sem contar os alimentos, que agora estavam mais baratos. Algumas cestas tinham até carne de primeira e papel higiênico.
Tanto candidato dando as coisas que estava difícil atravessar a rua. Pequenos brindes estavam espalhados em cada esquina, era só o eleitor apanhar.
Em cada casa tinha uma bandeira, nos prédios os bandeirões. Nas mãos das crianças as bandeirinhas.
Adesivos nos carros, placas nos quintais e nas esquinas, de todos tamanhos e gostos.
O dia 15 de novembro estava chegando, a vitória estava próxima.
Houve alguém que até disse que este candidato seria o “divisor de águas,” nunca ninguém fizera uma campanha eleitoral igual a esta.
Toda a eleição decorreu na maior tranquilidade.
Só aconteceu um caso muito interessante: um pequeno povoado com mil e poucos eleitores teve mais votos que habitantes.
Manoel Amaral
O JOVEM CANDIDATO II
“No meio de um povo geralmente corrupto a liberdade não pode durar muito.”
 Edmund Burke

Imagem Google
Não precisava nem contar os votos, todos sabiam que aquele candidato ia ganhar mesmo, a chuva de votos foi tão grande que ninguém acreditou. Ele foi eleito com mais de 80% dos votos. Os outros candidatos pegaram uns 15% e 5% para os votos nulos ou brancos.
A oposição não conseguiu fazer quase nenhum candidato.
Eleito e tomado posse, o jovem presidente foi logo tomando as providências para fazer um bom governo.
Primeiro diminuiu o número de Ministros. Convidou só homens gabaritados para os cargos e não esqueceu os pequenos partidos.
A primeira medida que tomou foi um alvoroço total: foram abolidos todos os incentivos fiscais e bolsas.
Agora as empresas deveriam competir com os produtos internacionais.
Os bolsistas deveriam fazer o mesmo, arranjar um emprego para pagar os estudos.
Outros benefícios de qualquer espécie foram acabando. Os que vivam na mamata, sugando os cofres da nação, foram ficando preocupados.
As ONGs receberam uma comunicação que para receber novas verbas federais deveriam comprovar o uso das anteriores.
A metade fechou, espontaneamente, as portas. Não tinham meios de comprovar todas as despesas. O dinheiro público tinha ido para o ralo.
Era tudo tão prático que diminuiu as saídas e aumentou as entradas de dinheiro.
Alguns impostos foram abolidos e outros tiveram as alíquotas rebaixadas, isto seria o novo incentivo para todos, não para determinados grupos.
O maior problema foi quando ele resolveu fiscalizar as obras das grandes empreiteiras, negar alguns empréstimos para grandes empresas e fiscalizar as licitações marcadas.
As empreiteiras, os canais de TV, as grandes revistas, os grupos sugadores trabalharam em surdina e começaram a montar um esquema para derrubar o jovem Presidente.
Pegaram um motorista que trabalhava no grupo presidencial, uma faxineira, montaram um falso filme sobre sexo e suborno.
Coitado do político, as manchetes das revistas e jornais só publicavam aquilo.
O povo é ingrato, é como folha de bananeira, vira de acordo com o vento. Não esperaram o resultado, o condenaram antes de o processo terminar. Foram todos contra ele.
Foi retirado do governo através de Impeachment. 
Grandes cartazes foram espalhados por todo lado: “O povo coloca o povo tira.”  
Os canais de TV filmavam uns dez manifestantes e replicavam transformando-os em mil, dez mil, fazendo crer que aquilo era no país inteiro.
O povo como sempre, foi manobrado e enganado, em favor de grupos.
Caiu o jovem Presidente da URNA – União Renovadora Nacional, outros bandidos tomaram conta do poder e tudo continuou com antes naquela republiqueta.
Manoel Amaral

AS PALAVRAS MAIS BADALADAS DO FACEBOOK

AS PALAVRAS MAIS BADALADAS DO FACEBOOK
Imagem Google

1 – A maior mentira do Facebook é o comentário de todos: — Linda! Como tem gente feia se sentindo linda por aqui… É que por questão de educação a maioria diz que a dita pessoa está (ou é) bonita, mesmo com umas gordurinhas a mais. Gordurinha é maneira de dizer, é gordurão mesmo.  Ás vezes tem uma baleia na foto e falamos que é uma linda piabinha…

2 – A segunda palavra mais dita por aqui é Copa ou Futebol. Em época de copa, saia da cozinha…

3 – A terceira é: corrupção. A lista é grande, os políticos estão em primeiro lugar.

4 – A quarta: Você é muito inteligente…

5 – A quinta é o falso amor aos animais. São poucos os que pegam animais nas ruas e levam para dentro de casa.

6 – A sexta é Amizade.Nunca vi tantos amigos no Face. Na realidade viram fumaça.

7 – A sétima é: Quente! Como está quente.

8 – Oitava: são duas palavras muito mentirosas: “Te amo!”    Não passa nem um post sem a gente ouvir falar nestas palavras.

9 – A nona diz que você vai emagrecer 5 quilos numa semana… E as pessoas só acreditando.

10 – A décima, para encerrar o assunto é exibição, (acho que esta aqui vem em primeiro lugar). Nunca antes, neste pais, se viu tanta gente se exibindo em fotos e vídeos por aqui. Todo mundo, salvo raríssimas exceções, querem aparecer. Depois ainda reclamam do BBB…
Manoel Amaral
www.casadosmunicipios.com.br

OS APÓSTOLOS DA IGREJA DOS MENSAGEIROS

OS APÓSTOLOS DA IGREJA DOS MENSAGEIROS
Imagem Google

A sua Igreja era muito diferente, ninguém contribuía financeiramente, pelo contrário, recebia.

Eram bolsas de todos os tipos, cursos onde eles eram pagos para frequentar as aulas.

Quando era para votar, recebiam uma graninha extra. O dinheiro “corria solto” naquelas paragens. Vinha numas malas pretas de um banco escolhido a dedo pela organização.

O mestre era o contrário dos outros mestres religiosos: não via nada, nada comentava e não sabia de nada.

Mas muitos milagres lhe eram atribuído: a multiplicação do dinheiro e a transformação da água em pinga. Tinha até a transposição de um rio que não acabava nunca e moía um dinheirão.

Funcionava assim: um Projeto era feito para consumir “x”, mas acabava com vários “xxx”. A alegação era de que tudo subia no período das construções. Também aquilo não iria beneficiar os pobres, ali só os ricos fazendeiros teriam água à vontade.

Se o povo manifestava, logo apareciam os “homens de preto” e quebravam tudo, por ordem da Igreja.

A internet e as eleições eram completamente dominadas por eles. Se aparecia um para falar bem de um contrário as direções da Igreja, no mesmo momento mais de mil, postavam a favor do Mestre dos Mestres.

A urna eletrônica, apesar de sua propalada modernidade, foi rejeitada por todos os países vizinhos. Era muito fácil fraudá-la.

Naquela Organização tudo era planejado para arrecadar dos órgãos públicos o máximo possível. Inventaram as Instituições Filantrópicas que conseguia limpar todos os fundos.

Naquela Igreja eles não tinham preconceitos contra as mulheres e as nomeavam para todos os escalões.

Ali todo “fiel seguidor” era pago e muito bem orientado. Quando havia eleições eles se transformavam em verdadeiros cabos eleitorais.

Mas como toda instituição, existe altos e baixos, a corrupção também atingiu a Igreja dos Mensageiros.

Foi tanto dinheiro distribuído que até os santos desconfiaram. Aí a justiça resolveu processar 12 apóstolos.

Os novos apóstolos não eram pescadores, mas lavavam o dinheiro na rede.
Os apóstolos da mídia desciam a rua cercado por seguranças e muitos carros pretos. Eram muito assediados.

Alguns foram pregar nas cadeias, outro se apressou e foi para Itália.

Muita coisa ainda está sendo investigada e acreditamos que a maioria vai escapar de uma punição, mas já é um bom começo.

O perigo é transformar estes Apóstolos em mártires.

No meio dessas confusões novas Igrejas surgirão.

Manoel Amaral

www.casadosmunicipios.com.br

Untitled

O JOVEM CANDIDATO II
“No meio de um povo geralmente corrupto a liberdade não pode durar muito.”
 Edmund Burke
Não precisava nem contar os votos, todos sabiam que aquele candidato ia ganhar mesmo, a chuva de votos foi tão grande que ninguém acreditou. Ele foi eleito com mais de 80% dos votos. Os outros candidatos pegaram uns 15% e 5% para os votos nulos ou brancos.

A oposição não conseguiu fazer quase nenhum candidato.

Eleito e tomado posse, o jovem presidente foi logo tomando as providências para fazer um bom governo.

Primeiro diminuiu o número de Ministros. Convidou só homens gabaritados para os cargos e não esqueceu os pequenos partidos.

A primeira medida que tomou foi um alvoroço total: foram abolidos todos os incentivos fiscais e bolsas.

Agora as empresas deveriam competir com os produtos internacionais.

Os bolsistas deveriam fazer o mesmo, arranjar um emprego para pagar os estudos.

Outros benefícios de qualquer espécie foram acabando. Os que vivam na mamata, sugando os cofres da nação, foram ficando preocupados.

As ONGs receberam uma comunicação que para receber novas verbas federais deveriam comprovar o uso das anteriores.

A metade fechou, espontaneamente, as portas. Não tinham meios de comprovar todas as despesas. O dinheiro público tinha ido para o ralo.

Era tudo tão prático que diminuiu as saídas e aumentou as entradas de dinheiro.

Alguns impostos foram abolidos e outros tiveram as alíquotas rebaixadas, isto seria o novo incentivo para todos, não para determinados grupos.

O maior problema foi quando ele resolveu fiscalizar as obras das grandes empreiteiras, negar alguns empréstimos para grandes empresas e fiscalizar as licitações marcadas.

As empreiteiras, os canais de TV, as grandes revistas, os grupos sugadores trabalharam em surdina e começaram a montar um esquema para derrubar o jovem Presidente.

Pegaram um motorista que trabalhava no grupo presidencial, uma faxineira, montaram um falso filme sobre sexo e suborno.

Coitado do político, as manchetes das revistas e jornais só publicavam aquilo.
O povo é ingrato, é como folha de bananeira, vira de acordo com o vento. Não esperaram o resultado, o condenaram antes de o processo terminar. Foram todos contra ele.

Foi retirado do governo através de Impeachment. 

Grandes cartazes foram espalhados por todo lado:O povo coloca o povo tira.”  

Os canais de TV filmavam uns dez manifestantes e replicavam transformando-os em mil, dez mil, fazendo crer que aquilo era no país inteiro.

O povo como sempre, foi manobrado e enganado, em favor de grupos.

Caiu o jovem Presidente da URNA – União Republicana Nacional, outros bandidos tomaram conta do poder e tudo continuou com antes naquela republiqueta.

Manoel Amaral

THE NEW WEST – IV – A CAIXA DE PANDORA


THE NEW WEST – IV

A CAIXA DE PANDORA

“Operação Caixa de Pandora, foi criada em 2009, para reprimir fraudes em licitações no governo do Distrito Federal.”

Envolvimento de servidores públicos, empresários e até integrantes do Judiciário.

“A Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal, acabou com o Mensalão de DEM em Brasília e levou à prisão do ex-governador José Roberto Arruda”

Foram apreendidos computadores, mídias, documentos, além de 700 mil reais, 30 mil dólares e 5 mil euros. Foi uma de maior impacto da PF.

“O esquema de corrupção seria uma espécie de “pedágio” que Arruda cobrava de empresas interessadas em conseguir contratos com sua gestão. O dinheiro arrecadado, segundo o inquérito da Polícia Federal, era dividido entre ele, o vice-governador, Paulo Octávio, secretários e assessores.”

De acordo com a operação da PF, o dinheiro que Arruda repassava a políticos vinha de empresas privadas que prestavam serviço ao governo do DF. Aqui uma coisa interessante, o dinheiro distribuído não saía da área pública.

“As empresas pagavam “por fora” para garantir a os contratos e continuidade dos serviços. O ex-governador, por sua vez, pagava aos aliados e adversários políticos para garantir estabilidade no governo e aprovar os projetos que queria. Com o apoio político, facilitava os contratos e licitações das empregas que forneciam o dinheiro.”

“Entre a pilha de coisas recolhidas, estavam agendas com anotações de pagamentos a políticos, livro-caixa com a contabilidade que os investigadores suspeitam ser de propina, dossiês sobre corrupção em empresas públicas e secretarias, além de um mapa com loteamento político de mais de três mil cargos no governo do DF, remessas de dinheiro para o exterior e acertos para fraude em licitações públicas.”

Ao todo, o processo principal já tem cerca de 40 mil páginas, fora os apensos e os avulsos.


Manoel Amaral

Fonte: Do R7, em Brasília; Revista Veja; Folha de S.Paulo